Concerto para João

23 e 24 de Março

Emocionante história do maestro João Carlos Martins vira peça, dirigida por Cassio Scapin.

 

Com dramaturgia de Sérgio Roveri, espetáculo estreou em agosto de 2018 no Teatro Faap. Protagonista é vivido por Cassio Scapin, que também dirigiu o espetáculo. Completam o elenco os atores Duda Mamberti, Ando Camargo e a atriz Erica Montanheiro.

 

O emocionante exemplo de talento, genialidade e superação de João Carlos Martins inspira o espetáculo teatral Concerto Para João, com direção de Cassio Scapin e texto de Sérgio Roveri, que estreou no dia 10 de agosto no Teatro FAAP, onde fica em cartaz até 02 de dezembro de 2018.

A encenação se passa durante uma das várias cirurgias às quais o pianista foi submetido para tentar continuar tocando. Dividido entre o sono da anestesia e a vigília, ele revive alguns de seus grandes concertos, narra os inúmeros episódios de superação e recebe a visita de um homem misterioso, com quem estabelece uma relação humana e musical.

A trama transita entre fantasia e a realidade para narrar as glórias e os desafios enfrentados por um dos maiores músicos brasileiros ao longo de seus 60 anos de carreira.

O próprio maestro João Carlos ficou surpreso com o texto. “Por nunca ter conversado com o Sérgio Roveri na vida, impressionei-me muito com a peça. Parece que ele esteve dentro da minha alma desde os 18 anos. Ele soube captar o que passou internamente entre a dúvida de achar que eu tinha uma missão e a dúvida de levar essa missão adiante, sabendo que eu tinha uma distonia cerebral. Essa espécie de ansiedade aliada a uma interrogação do que seria o meu amanhã, durante esses 60 anos, estão impressos dentro as peça toda”, revela o maestro.

Este é o quarto trabalho sobre a vida do maestro. “Já foram feitos dois documentários na Europa e um filme aqui no Brasil, todos muito bons. Pura arte. Agora, no teatro, há uma espécie de mistério na ligação entre o elenco e o público. Falo isso, porque muitas das minhas gravações foram feitas ao vivo, com público, no fundo, o que fiz de melhor é quando tinha o público ouvindo, aquela ligação fazia com que todas as gravações tivessem algo de mistério. Para mim o Pandolfo chega à beira da genialidade”, afirma.

O dramaturgo Sérgio Roveri conta que procurou fugir daquele esquema tradicional de vida e obra, aquela linguagem cronológica que acompanha todos os episódios da vida de alguém famoso ano a ano. “Eu procurei um recorte para contar a história dele – e achei que a cirurgia no cérebro a que ele se submeteu em 2012 era o acontecimento perfeito para eu lidar com as questões da memória dele, dos medos, das superações. Assim, no plano real, a peça se passa nos poucos dias em que ele ficou internado, mas na imaginação do maestro há toda uma vida sendo passada em revista. A peça, na verdade, assumiu este desafio de condensar uma vida riquíssima dentro dos três ou quatro dias que ele ficou no hospital. E apesar do talento comprovado e reconhecido dele, o que mais me inspirou na hora de escrever foram os momentos em que ele se viu privado deste talento. E eu penso que, ao conduzir a história por este caminho, a peça deixa de falar apenas dele e passa a falar de todo grande artista que, de repente, se vê impedido de realizar sua arte”, conta o autor

SERVIÇOS


23 e 24 de Março

Sábado 21h e Domingo às 19h

Drama

Duração: 80 Minutos

Livre

R$ 80,00 / R$ 40,00

Vendas na bilheteria:
quarta a sexta, das 13h às 21h.
Aos Sábados das 11h as 21h.
Aos domingos, das 13h às 19h.

Ponto de vendas sem taxa:
Teatro Colinas

Formas de pagamento:
Dinheiro, cartões de crédito e débito.

Capacidade: 324 lugares

PARA COMPRA ON LINE

COMPRE AQUI

Av. São João, 2200 - Jardim Colinas, São José dos Campos - SP

Fone: (12) 3204- 5236

contato@teatrocolinasshopping.com.br